sábado, 23 de agosto de 2008

PERFORMANCE PRESENTE FUTURO - Dias 29, 30 e 31 de agosto no Oi FUTURO - RIO




Durante três dias, de 29 a 31 de agosto, o Oi Futuro recebe Performance Presente Futuro, um evento interdisciplinar dedicado à multiplicidade da arte da performance e sua integração com recursos tecnológicos e científicos, percebidos em uma parte da produção performática atual. A programação, com entrada franca, reúne exibição de videoperformances de artistas como Wagner Rossi, Amilcar Packer, Sara Ramo, João Penoni, além da participação de Chelpa Ferro, Maurício Ianês, Pontogor, Vivian Caccuri, Ana Montenegro e Edgar Ulysses e da Cia Teatro Autônomo, e palestras de Maria Beatriz de Medeiros, Orlan e Ricardo Dominguez.

Performance Presente Futuro reúne pesquisas artísticas e trabalhos inéditos em que a ciência e a tecnologia estão presentes como fundamento e não somente como fetiche. As propostas exibidas nestes três dias de mostra são fruto da vontade de artistas em compreender a humanidade pós-orgânica em um mundo que se quer mais tecnológico, mas que também precisa resgatar sua harmonia natural para garantir permanência ao homem, animal que cria e destrói, voraz. Durante três dias, o quarto piso do Oi Futuro recebe ações ao vivo, vídeos performáticos e palestras de artistas que, apoiados em tecnologias diversas, elucubram sobre o cotidiano humano em meio urbano, hoje totalmente permeado por recursos mecânicos, eletrônicos e digitais.

“Ferramentas como gravação e projeção de imagens, amplificação de sons, atos em telepresença e intervenções cirúrgicas manipulam os componentes de obras-ato, efêmeras por natureza, prolongando o corpo do artista, rearranjando narrativas e temporalidades desta que é considerada uma arte ao vivo e presencial por princípio. Essa é primeira vez que um evento discute essas relações entre arte performática e ferramentas tecnológicas”, explica Daniela Labra, curadora do projeto.

Um dos destaques do evento é a palestra com a artista francesa Orlan, na sexta-feira, dia 29, às 19h30. Nascida em Saint-Etienne, Orlan surpreendeu o mundo quando, entre 1990 a 1993, protagonizou uma série de nove cirurgias performáticas, filmadas e difundidas em instituições ao redor do planeta. Atualmente, ela trabalha com escultura e fotografia digital para a série Auto Hibridizações ao mesmo tempo em que trabalha com biotecnologias.

3 comentários:

Anônimo disse...

veja o video da entrevista de maiô com Orlan na GEMA TV
www.gemagema.tv

Ela disse...

Olá!
gostei muito desse blog!
Vou linkar ao meu!
você esteve no evento?
Eu fui no sábado.
Abraços!

Anônimo disse...

Por que nao:)